sexta-feira, 19 de setembro de 2014

ARBITRAGEM DEFINIDA PARA A SEGUNDA RODADA DA 2ª DIVISÃO DE ALAGOAS

Sorteio foi realizado pelo Rep?rter Orlando Batista, da R?dio Gazeta |
Orlando Batista companheiro da rádio Gazeta sorteou os árbitros

Está definida a arbitragem que irá atuar na segunda rodada do Campeonato Alagoano da 2ª divisão. Duas partidas acontecem no sábado (20) e um jogo fecha a disputa no domingo (21). O sorteio aconteceu na tarde desta quinta-feira (18) na sala da Comissão Estadual de Arbitragem (CEAF/AL) e contou com a presença de representantes do Sport Santo Antônio, Desportiva Aliança e Sete de Setembro.
A partida de abertura desta rodada será no estádio Gerson Amaral, em Coruripe, às 15h deste sábado, entre Desportiva Aliança X Ipanema. Júlio César Farias (FAF)(foto direita) apita o jogo. 
Ele será auxiliado por Cláudio Camilo da Silva (FAF) e Brígida Cirilo Ferreira (FAF). Gildson Bispo Santos (FAF) ficará como quarto árbitro.
Ainda no sábado, só que às 20h no estádio Municipal Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios, o União Palmeirense recebe o Dínamo. 
arbitragem será de responsabilidade de Helder Brasileiro de Aquino (FAF)(foto esquerda). Ana Paula dos Santos (FAF) e Aldrin Freire Matias (FAF) serão os assistentes. O quarto árbitro vai ser Carlos Vinícius Cavalcante (FAF).

E no domingo, às 15h no estádio Luiz de Albuquerque Pontes, em Atalaia, o Sport Santo Antônio encara o São Domingos. 
O árbitro do jogo será Rafael Bruno Lima (FAF)(foto direita). Seus assistentes serão Maxwell Rocha da Silva (CBF/AL) e Julian Ferino dos Santos (FAF). José Ailton da Silva (FAF) ficará como quarto árbitro. O Sete de Setembro folgará nesta rodada.
NM com site da FAF
Boa sorte a todos!
APOIO:

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

QUE BOM EXEMPLO. STJD PUNE EM 30 DIAS PRESIDENTE DA FAF

Seria o Presidente da Federação Alagoana de Futebol, o Vice Presidente da CBF da Região Nordeste ou o Prefeito da cidade de Boca da Mata? Bem, estamos falando da mesma pessoa, só não sabemos na verdade qual entidade ele estava representando quando tentou invadir o vestiário do árbitro com palavras de baixo calão e com tentativas de agressão como relatou o árbitro da partida entre Santa Rita/AL e Cruzeiro/MG pela Copa do Brasil. 

Certo mesmo desta "confa" toda é que o STJD julgou e puniu o mesmo com 30 dias de suspensão de participar de qualquer evento de futebol aqui em Alagoas ou no Brasil.
A sentença cabe recurso, até porque Gustavo Feijó alega que não houve nada daquilo que o árbitro colocou na súmula.
Mas fica o exemplo ou a falta dele. 
Que papelão em Presidente/Prefeito/Vice Presidente da CBF. Até porque não é a primeira vez que isso acontece, quando dirigente do CRB o Gustavo tinha esta mania de chutar portões, invadir vestiários de arbitragem e arrumar problemas.

A reunião aconteceu agora pouco na sede do Superior Tribunal de Justiça Desportiva que fica no novo prédio da CBF no Rio de Janeiro informada em primeira mão pelo repórter Wellington Campos para o Timaço da Gazeta da rádio Gazeta AM dentro da resenha esportiva "Bola Quente".

APOIO:

QUINTETO DE ARBITRAGEM DE ALAGOAS NOVAMENTE NA SÉRIE "A"

A C.A.CBF sorteou a arbitragem do final de semana da série "A" e também da super rodada do meio de semana que será realizada na quarta-feira(24) e quinta-feira(25) da próxima semana, e um quinteto de arbitragem foi sorteada e comandará Chapecoense e Atlético Paranaense pela 24ª rodada do Brasileirão 2014.

Confira a escala dos alagoanos:

CHAPECOENSE - SC x ATLETICO - PR
Jogo: 240 - Arena Condá - Chapecó - SC - 21:00h - 24/09/2014
Árbitro:Charles Hebert Cavalcante Ferreira - AL (CBF-1)(foto)
Árbitro Assistente 1:Pedro J Santos de Araujo - AL (CBF-1)
Árbitro Assistente 2:Esdras Mariano de Lima Albuquerque - AL (CBF-1)
Quarto Árbitro: Paulo Henrique de Melo Salmazio - MS (CBF-2)
Árbitro Assistente Adicional 1: Flavio Feijo de Omena - AL (CBF-2)
Árbitro Assistente Adicional 2: Josevaldo Bisarria de Melo - AL (CBF-2)
Assessor: Claudemir Maffessoni - SC (ASS)

Boa Sorte!
APOIO:

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

FINAL DO SUB-15 DE ALAGOAS JÁ TEM DATA, HORÁRIO E LOCAL

Sorteio realizado pelo Vice de Futebol Amador da FAF , João Batista. Foto: Assessoria da FAF

A grande final do Campeonato Alagoano sub-15 será no estádio Nelson Peixoto Feijó, em Maceió. A definição dos mandos de campo das partidas finais aconteceu por meio de sorteio, realizado na tarde desta quarta-feira (17), na sede da Federação Alagoana de Futebol. A primeira partida vai ser neste sábado (20), às 15h, no Sesi, em Arapiraca. A grande decisão acontecerá no dia 24 deste mês, também às 15h, no Nelson Peixoto Feijó. Nenhum clube leva vantagem na decisão.
Caso os duelos terminem empatados, o Campeonato será decidido em cobranças de pênaltis. O sorteio de hoje contou com a participação do vice-presidente da entidade, João Batista; do técnico do sub-15 do CRB, Luiz Guilherme; e Paulo de Tarso, representando o Arapiraca Futebol Clube. Na semifinal, CRB e Arapiraca eliminaram Sete de Setembro e CSA, respectivamente.
NM com site da FAF
APOIO:

terça-feira, 16 de setembro de 2014

TRIO ALAGOANO COMANDA JOGO DECISIVO NA SÉRIE 'D"

Os campeonatos brasileiros da temporada 2014 estão afunilando e chegando as suas fases de classificação. E neste final de semana teremos pela série "D" uma partida decisiva, vale vaga na próxima fase da competição.
Estamos falando do confronto entre Globo do Rio Grande do Norte contra o Porto de Caruaru/PE, partida válida pela 10ª rodada do grupo A4 onde o Confiança de Sergipe já classificado lidera a fase com 18 pontos e espera seu concorrente vindo do confronto já citado acima. O time pernambucano é o segundo com 15 pontos e joga pelo empate, já o potiguar tem 13 pontos e precisa da vitória para eliminar o rival e se classificar.

Esse sim será um belo jogo de futebol, onde sairá o outro classificado do grupo para a próxima fase. Jogo decisivo que será comandado por um trio de árbitros alagoanos liderado por Charles Hebert Cavalcante Ferreira.

Confira a escala de arbitragem:
GRUPO A4 | Jogo: 161 - Manoel Barretto - Ceara-Mirim - RN - 16h
GLOBO - RN
x
PORTO - PE
ÁrbitroCharles Hebert Cavalcante Ferreira - AL (CBF-1)
Árbitro Assistente 1Wladson M Silva de Oliveira - AL (CBF-2)
Árbitro Assistente 2Raquel Ferreira Barbosa - AL (CBF-2)
Quarto ÁrbitroSuelson Diorgenes de França Medeiros - RN (CBF-1)
AssessorArnaldo Andrade Carvalho - RN (ASS)
Ela está de volta

A árbitra assistente Raquel Ferreira Barbosa está de volta ao futebol masculino.
Mesmo conseguindo a duras penas alcançar o índice  dos marmanjos no último teste físico da CBF realizado em Recife, Raquel foi impedida de atuar na categoria por causa de uma resolução da CBF que exigia que a "garota" tivesse pelo menos dois anos de formada para voltar a participar do futebol masculino, mesmo tendo participado antes de diversas partidas pela série "D" do Brasileirão de 2013, uma bola fora da Comissão de Arbitragem Nacional que retroagiu a lei e prejudicou diversas árbitras em todo Brasil que conseguiram na pista o direito de atuar na categoria.

Nada contra a árbitra de Alagoas, até acho ela muito insegura e precisando de um trabalho de base mais apurado, mas para uma partida decisiva como esta, bem que podia escalar um árbitro assistente mais experiente, Raquel, como eu falei, está sem atuar em um jogo masculino desde o Campeonato Alagoano de Futebol Profissional que terminou em março deste ano. 
Torcemos que dê tudo certo, acreditamos também que a responsabilidade da escala é da C.A.CBF que deve muito bem saber o que esta fazendo.
Boa Sorte para a Raquel.

APOIO:

domingo, 14 de setembro de 2014

PARA O ASA UM EMPATE COM SABOR DE DERROTA

foto: Caracará NET

O futebol é uma caixinha de surpresas. E o duelo entre ASA e Salgueiro foi a prova disso. O Alvinegro estava com a confortável vitória por 3 a 0 nas mãos até os 35 do segundo tempo, mas em pouco mais de dez minutos sofreu o empate por 3 a 3, na tarde deste domingo, no Estádio Coaracy da Mata, em Arapiraca, pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C.

Com este tropeço inesperado, o ASA continua fora da zona de classificação. Agora, ocupa a sétima posição do Grupo A, com 19 pontos. Por outro lado, o Carcará do Sertão se beneficia de sua reação espetacular e se mantém entre os primeiros colocados, com 21 pontos.


No próximo domingo, às 16 horas, o ASA volta a campo para enfrentar Botafogo-PB, no Estádio Almeidão, em João Pessoa. Enquanto isso, o Salgueiro encara o Crac, no sábado, às 18 horas, no Estádio Genervino da Fonseca, em Catalão.
FICHA TÉCNICA
Campeonato Brasileiro 2014 – SÉRIE C
Estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca – Arapiraca, Alagoas
ASA 3 x 3 Salgueiro-PE
"Os Homens de Preto" Arbitragem na veia.
Árbitro: Jefferson Schmidt-SC (CBF-2)
Assistentes: Ângelo Rudimar Bechi-SC (CBF-1) e Rosnei Hoffmann Scherer-SC (CBF-2)
ASA: Pedro Henrique, Leandrinho (Alan Pinheiro), Micael, Rodrigão e Lucas Pavone; Lucas (Augusto), Cal, Jorginho e Didira; Alex Henrique (Thallysson) e Wanderson.Técnico: Vica
Salgueiro-PE: Luciano, Tamandaré, Ranieri, Ricardo Braz e Peri; Moreilândia (Valdeir), Vitor Caicó, Cássio (Daniel) e Anderson Paraíba; Fabrício Ceará e Everton (Kiros).Técnico: Fernando Alcântara
Cartões Amarelos: Didira (ASA) – Roniere e Fabrício (Salgueiro)Cartões Vermelhos: Didira (ASA)
Gols: Wanderson 18, Alex Henrique 32 e Didira 42min 1ºT(ASA) – Valdeir 34 e Kiros 42 e Fabrício 46min 2ºT (Salgueiro)
Mais fotos desta tarde no Coaracy da Mata Fonseca:
Fabrício Ceará
Peri
Fernando Alcântara 
Companheiro e historiador, Paulo Lima.
Foto: Carcará Net
NM com Carcará NET
APOIO:

sábado, 13 de setembro de 2014

ARBITRAGEM ALAGOANA REALIZOU TREINAMENTO FÍSICO HOJE PELA MANHÃ NO ESTÁDIO REI PELÉ

foto: facebook da aluna Emília Teodozio

A arbitragem alagoana realizou na manhã de hoje um treinamento no estádio Rei Pelé já se preparando para o teste solicitado pela CBF. 
Um treino tático e técnico preparando principalmente os árbitros do quadro Nacional para o difícil Yoyo teste realizado pelos árbitros centrais, que exigem do árbitro um tempo e uma velocidade de alto nível (16,8 Km/h para o quadro Nacional e 17,5 km/h para o quadro da FIFA e Aspirantes), só para se ter uma ideia, para chegar nesta velocidade é preciso que o árbitro dê 40 tiros de 40 metros. E o  Ariet, utilizado pelos assistentes, também tem lá suas dificuldades, a velocidade é menor, chega a 14,8 km/h, porém com deslocamentos laterais e frontais, chegando atingir 20 tiros. Este teste é muito interessante pois é realizado no campo de jogo, muito próximo da realidade das partidas de futebol.

Participaram da movimentação árbitros do quadro nacional. local e também os alunos da ESAAF (Escola Alagoana de Árbitros de Futebol)


foto: facebook da aluna Emília Teodozio

Notícia na Mira sempre lado a lado 
com a arbitragem alagoana. 
O único, sempre.

APOIO:

sexta-feira, 12 de setembro de 2014

VAI COMEÇAR O CAMPEONATO DA SEGUNDA DIVISÃO, SE É QUE PODEMOS CHAMAR ISSO DE COMPETIÇÃO

Não irei nem chamar de "várzea" para não destratar os peladeiros que bate uma bolinha nos rachões da capital alagoana. Mas que este campeonato da Segunda Divisão é uma "barca furada", você não tenha dúvida.

Depois de ter que marcar os jogos da primeira rodada para outras praças e depois voltar atrás marcando a estreia do Ipanema para o Arnon de Melo em Santana do Ipanema mesmo recebendo os laudos fora da data estipulada pelo regulamento, a Federação Alagoana de Futebol excluiu o São Luís de São Luís do Quitunde por não ter inscrito no prazo legal os 18 atletas profissionais para disputar a primeira rodada, o que fez a própria "Casa do Futebol" refazer a tabela na semana da estreia da competição.

Você pensa que as lambanças dos nossos dirigentes acabaram?
Á última notícia deste campeonato que começa neste sábado é de fazer gargalhar.
A diretoria do União Palmeirense encontrou uma solução no mínimo estranha para não fazer companhia ao eliminado São Luís,  registrou dirigentes de diversos clubes, neste bolo até o superintendente da Federação Alagoana de Futebol, Roque Júnior, foi registrado no BID da CBF para completar o elenco.
Roque Júnior, Superintendente da FAF (Foto: Roque Júnior/Arquivo pessoal)Roque Júnior, Superintendente da FAF, teve nome inscrito no BID (Foto: Roque Júnior/Arquivo pessoal)
O mais interessante é que os nomes de Lourinaldo Melo, supervisor do Aliança, Formigão, profissional ligado ao Murici, Roque e Roberto Doido foram regularizados na CBF e eles podem jogar neste sábado, quando começa a Segundona local. A dificuldade maior vai ser a forma física dos "atletas", já que Luiz Formigão, por exemplo, nasceu em novembro de 1958 e tem hoje 56 anos. Roque, de acordo com o próprio BID, tem 42 anos. Este pode até dar um caldo na equipe, já que Rogério Ceni, com 41, continua jogando em alto nível no São Paulo e Dida, no Inter, segue firme entre os titulares aos 40. Para Roberto, com 51, a idade deve pesar, mas  Lourinaldo, com 59, teria dificuldades até em defender um time master. 
Procurado pela reportagem do Globoesporte.com/AL , Lourinaldo explicou, por telefone, o motivo da inscrição de jogadores tão estranhos. Ele, aliás, foi o único dos quatro veteranos a ser encontrado para falar sobre o assunto.
Lourinaldo no BID (Foto: Reprodução CBF)Lourinaldo no BID (Foto: Reprodução CBF)
- Na quarta, o União Palmeirense tinha apenas 14 jogadores para inscrever. Ia perder a competição, como aconteceu com o São Luiz, então o dirigente deles pediu para registrar o meu nome. Mas isso é só para constar. Só sei que comigo foi assim, não estou sabendo dos demais. Depois, eles vão inscrever os quatro jogadores e vai dar tudo certo – declarou o supervisor do Aliança, concorrente do União na Segundona.
Depois desta declaração e de todas estas lambanças, a competição começa neste sábado com dois jogos e encerra no domingo com mais uma partida.
  • Sete de SetembroSES
    x
    SPOSport
    13/09 às 15:00h - José Gomes da Costa - Murici
Sete de Setembro x Sport Santo Antônio 
13/09 às 15h no Estádio José Gomes da Costa, em Murici

  • São DomingosSDM
    x
    UNIUnião Palmeirense
    13/09 às 15:00h - Olival Elias de Moraes - Boca da Mata
São Domingos x União Palmeirense 
13/09 às 15h no Estádio Olival Elias de Morais, em Boca da Mata
  • DínamoDIN
    x
    DSADesportivo Aliança
    14/09 às 15:00h - Olival Elias de Moraes - Boca da Mata
Dínamo x Desportivo Aliança 

14/09 às 15h no Estádio Olival Elias de Morais, em Boca da Mata

Regulamento
De acordo com o regulamento da competição, as equipes estão divididas em dois grupos. Ipanema, Dínamo, São Domingos e Sete de Setembro compõem a Chave A, enquanto Aliança, União Palmeirense e Sport Atalaia estão no Grupo B. Os times das duas chaves vão se enfrentar em jogos apenas de ida. Os dois melhores de cada uma se classificam para a fase semifinal.  Nesta etapa, o cruzamento será olímpico, com o primeiro colocado do Grupo A enfrentando o segundo da própria chave, idem para o Grupo B. 
O documento aponta que a fase semifinal será decidida em jogos de ida e volta. Vai brigar pelo título a equipe que tiver o maior número de pontos nos dois jogos. Caso a pontuação seja igual, prevalece quem tiver o melhor saldo de gols. Sendo assim, o gol fora de casa não serve de peso para classificação, como na Copa do Brasil, por exemplo. Se o saldo de gols persistir em empate, a vaga vai ficar com a equipe que tiver o melhor índice na fase de classificação. A final também segue critérios semelhantes. A única diferença é que em caso de empate no saldo de gols, o título será decidido nos pênaltis. O campeão e o vice estarão classificados para a elite do futebol alagoano. 
Arbitragem
A Comissão de Arbitragem de Alagoas também não esta nem ai para esta competição, tendo em vista como foram feitos os testes teóricos e físicos dos árbitros e assistentes, sem contar que a CEAF-AL irá usar esta competição para laboratório pelo menos na primeira fase, pois da segunda parte  em diante a Comissão terá que usar árbitros só do quadro nacional como diz o regulamento da competição em seu artigo 43º , vai ver que por isso alguns árbitros experientes do quadro local não se interessaram pela competição.
Art. 43º – Conforme acertado em Conselho Arbitral (Árbitros central, Assistentes e Quarto Árbitros), os árbitros das fase Semifinais e Finais, terá obrigatoriamente que serem CBF e/ou FIFA, da própria Federação Alagoana de Futebol. 

Confira agora os árbitros sorteados para a primeira rodada:

O árbitro José Ailton da Silva (FAF) apitará a partida entre São Domingos X União Palmeirense, neste sábado, às 15h no estádio Olival Elias de Moraes, em Boca da Mata. Ele será auxiliado por Maria de Fátima Mendonça (CBF/AL) e Cláudio Camilo da Silva (FAF). Carlos Vinícius Cavalcante (FAF) será o quarto árbitro.
Também as 15h deste sábado, o Sete de Setembro recebe o Sport Santo Antônio na cidade de Murici. O duelo acontece no estádio José Gomes da Costa. Júlio César Farias (FAF) vai ser o árbitro central. Seus assistentes serão Douglas Lino da Silva (FAF) e Brígida Cirilo Ferreira (FAF). Gildson Bispo Santos (FAF) ficará como quarto árbitro.
E no domingo (14) as 15h, Dínamo X Desportiva Aliança encerram a 1ª rodada do Campeonato Alagoano da 2ª divisão. A arbitragem deste jogo ficará sob responsabilidade de Helder Brasileiro de Aquino (FAF). Julian Ferino dos Santos (FAF) e Ana Paula dos Santos (FAF) serão os assistentes. Rafael Bruno Lima (FAF) será o quarto árbitro.
Estaremos acompanhando a Segunda Divisão e trazendo aqui as notícias de mais uma competição promovida pela FAF.
NM com Globoesporte.com/AL e site da FAF
APOIO:

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

PARABÉNS AOS AMIGOS ÁRBITROS DE TODO BRASIL

Árbitro, árbitro auxiliar ….. eita profissão mais injusta, quando acerta tá errado, quando erra tá certo, sempre está errado nunca está certo, seu nome, melhor, seus nomes são muitos; FDP, sem Vergonha, ladrão, burro, é ameaçado de morte toda vez que apita,sua mãe também sofre, mas todos querem eles para ver seus times com seus jogadores ganhando fortunas e errando pra caramba jogando nada pelo que ganham.

Uma homenagem justa a todos aqueles profissionais e amadores que contribuem com o esporte.

Dia do Árbitro – 11 de Setembro.


Abraço do Notícia na Mira


quarta-feira, 10 de setembro de 2014

"ÚLTIMO HOMEM" ESSA EXPRESSÃO NÃO SE USA MAIS NO FUTEBOL

Muitos amigos internautas me indagaram se realmente o goleiro do Fortaleza merecia ser expulso quando derrubou o atacante Magrão no primeiro gol do CRB domingo passado no Rei Pelé em mais um confronto da série "C", o Galo venceu por 3 a 0. Muitos também indagaram que o goleiro era o "último homem" e por isso merecia sim o cartão vermelho.

A regra 12 do futebol de campo, que fala das faltas e correções e das infrações sancionáveis com expulsão (aplicações do cartão Vermelho) diz em seu artigo 5 que deve ser aplicado o cartão vermelho quando um atleta acaba com uma oportunidade clara de gol de um adversário, que se movimenta em direção à meta adversária, mediante uma infração punível com um tiro livre ou penal.
A regra é clara e não fala precisamente que a infração seja cometida pelo "último homem" e sim qualquer adversário que interfira em uma situação clara de gol.


Veja o lance do Tiro Penal CLICANDO AQUI

Alguns torcedores e cronistas esportivos desconhecem as regras do jogo e por isso continuam pecando quando usam a expressão "Último Homem" em uma situação como essa. A expressão foi abolida do futebol a muito tempo. 

Um exemplo claro:
Vc está prestes a fazer o gol, a bola sobrou pra vc na pequena área, existem dois adversários na linha de meta, e um terceiro atrás de vc lhe derruba, lhe impedindo de fazer o gol (claro), é marcado o tiro penal e aplicado cartão vermelho para o atleta que cometeu a falta. Ai neste exemplo ficou claro que ele não era o último homem, entendeu? Por isso não se usa mais a expressão, ÚLTIMO HOMEM, pois necessariamente ele não precisa ser mais o último defensor. Para ele receber o cartão vermelho basta que ele impeça uma situação clara de gol. 

Portanto, acertou o árbitro Pablo dos Santos Alves de Santa Catarina quando marcou o Tiro Penal e aplicou o cartão vermelho para o goleiro do Fortaleza, se Magrão passa pelo "arqueiro" seria um situação manifesta claríssima de gol.
Entendeu Agora?

APOIO:

terça-feira, 9 de setembro de 2014

CONFIRA AS NOVAS MUDANÇAS COMPORTAMENTAIS EXIGIDAS PELA TV A CBF NOS CAMPEONATOS NACIONAIS

Nesta terça-feira(9) dentro da resenha "Bola Quente" da rádio Gazeta AM, o comandante do Timaço da Gazeta, Waldemir Rodrigues colocou mais uma vez em pauta as novas regras estabelecidas pela CBF após Copa do Mundo para os Campeonatos Brasileiros promovidos pela entidade.

O NM já falou destas recomendações aqui no nosso espaço, mas como o assunto veio novamente a tona, não custa nada expor novamente aqui as novas mudanças na posturas dos profissionais que trabalham no futebol.
Só para se ter uma ideia, foi limitado o contingente de imprensa dentro do gramado, e também estabelecidas regras de comportamento para técnicos, jogadores e repórteres.
Os treinadores, por exemplo, serão obrigados a dar a escalação com 60 minutos antes do jogo. Está proibida a comunicação entre jornalistas e técnicos e jogadores sobre lances polêmicos. Teoricamente, essa medida tinha como objetivo impedir que a arbitragem fosse pressionada após um time saber que foi prejudicado. Mas a CBF negou a intenção. O número de repórteres de rádio não detentores de direitos da competição foi limitado a 30, com 30 fotógrafos. 
O Regulamento Geral das Competições da CBF é bem clara quando diz que as equipes precisam entregar as suas relações de atletas da partida com 60 minutos antes da bola rolar. Mas os árbitros locais, os 4º árbitros, estavam indo no vestiário perto de 45' minutos e no outro a 30', o que vinha levando muitos clubes a serem indiciados no STJD por atraso e desrespeito ao artigo 72 do RGC que diz: 
Art. 72 - Para facilitar o trabalho dos meios de comunicação, cada clube deverá entregar ao quarto árbitro, até 60 minutos antes da hora marcada para o início da partida, a relação dos seus jogadores, através do supervisor da equipe ou pessoa designada, necessariamente assinada pelo capitão da equipe, o qual deverá estar identificado na relação. 
Com isso, a Comissão de Arbitragem Nacional também tomou uma providência, resolveu ajudar os clubes para que eles não fossem penalizados, enviando uma comunicação via e-mail as Federações para que informassem aos árbitros locais que se encaminhem com 70/65 minutos antes no vestiário da equipe mandante e 60' minutos  no vestiário da equipe visitante.
Outra medida adotada pela CBF foi a obrigação de se tocar o hino nacional cinco minutosantes de todas as partidas. Antes, só ocorria em Estados onde a lei exigia.
Espero mais uma vez ter  ajudado ao leitor do NM bem como ao ouvinte da Rádio Gazeta a ficar por dentro das mudanças exigidas pela CBF a pedido da TV Globo, detentora dos direitos de imagens de boa parte das competições promovidas pela Confederação Brasileira de Futebol. A "poderosa" quer padrão FIFA nas transmissões a partir de agora.
APOIO:

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

MUITA POLÊMICA EM TARDE INFELIZ DA ARBITRAGEM ALAGOANA NA SÉRIE "A''

A arbitragem alagoana comandada por Francisco Carlos o Nascimento passou por um tarde muito infeliz neste domingo na Arena Fonte Nova e Salvador na partida da série "A" entre Bahia e Coritiba.
O árbitro alagoano do quadro internacional voltou a se envolver em polêmica depois de marcar um pênalti e depois de alguns minutos voltar atrás assinalando falta fora da área. O problema não foi a atitude de voltar atrás de forma inclusive acertada e corajosa, e sim como desenrolou todo lance. Depois de uma verdadeira conferência com seus auxiliares, Chicão terminou acertando em um lance que começou errado em seu nascedouro quando o árbitro assistente Carlos Titara da Rocha não marcou o impedimento do ataque do Coxa que culminou em toda essa polêmica. ( Veja o lance )

Este episódio de fazer "conferência" com seus auxiliares não foi a primeira vez. Em 2012 pela série "B" na partida entre Atlético Paranaense e Joinville, Chicão marcou um pênalti para o JEC, mas depois de conversar por duas vezes com a sua auxiliar, voltou atrás e marcou falta na meia-lua. (Veja o lance ) . Também em 2012 na série "A", o FIFA  voltou atrás depois de ter assinalado um gol irregular do Palmeiras contra o Internacional no Beira Rio em Porto Alegre.( Ver o lance )

Os sites nacionais de arbitragem se pronunciaram em relação ao pelêmico lance:

Marcelo Marçal do site Apito Nacional disse:
"A primeira e a mais provável, ao acompanhar a trajetória do árbitro, fica a sensação que ele marca a falta fora da área, pois o mesmo corre para o local da infração e não para a marca de pênalti. Se isso ocorreu, algum integrante da arbitragem deve ter cantado "pênalti" pelo comunicador, o que tumultuou a cabeça do árbitro o levando a quase cometer um erro absurdo e inadmissível para um FIFA".

Pedro Paulo de Jesus do site Voz do Apito se manifestou sobre o assunto na rede social Facebook, confira:

"Retrato fiel da péssima administração de Hércules Martins em Alagoas.

Mérito do árbitro central, que teve coragem para reconhecer o erro. Porém o auxiliar número 2, Carlos Titara, deveria entregar o seu escudo na Federação Alagoana de Futebol.

Errou 3 vezes em um só lance.


* Não marcou o impedimento
* Não sinalizou o árbitro que a falta foi fora da área
* Calou-se quando equivocadamente o pênalti foi marcado"


Pedro Paulo de Jesus atribuiu o erro dos árbitros alagoanos a má administração do atual Presidente da Comissão de Arbitragem de Alagoas, Hércules Martins, e também exclusivamente ao assistente Carlos Jorge Titara da Rocha inocentando o árbitro FIFA, Francisco Carlos do Nascimento.

Esperamos que esta catastrófica atuação da arbitragem alagoana não interfira na brilhante participação que os árbitros de Alagoas vem tendo na temporada 2014 dos nossos Campeonatos Nacionais. Bola pra frente.

APOIO: